8 million liters of water saved so far by our reusing initiative

Como é que a crise do gás está a afectar a indústria têxtil? | Recovo

© Imagem cortesia da Euratex

 

O secretário de imprensa do Kremlin, Dmitry Peskov, anunciou na semana passada que a Rússia não enviará mais gás para a Europa enquanto as sanções desencadeadas pela guerra da Ucrânia permanecerem em vigor. Os cortes levaram a preços de gás e electricidade sem precedentes na Europa, exacerbando uma crise energética que começou no final do ano passado com o aumento dos preços da energia, gás e petróleo.

O que significa o aumento dos preços do gás para a indústria têxtil?

Para a indústria têxtil, a notícia aumenta a incerteza criada pelo aumento dos preços da luz, do petróleo e das matérias-primas e os receios de uma recessão iminente. Outros aumentos de custos na cadeia de produção poderiam ser um impacto intransponível para a indústria têxtil europeia de alta intensidade energética, especialmente na fiação, tinturaria e acabamento, e a incapacidade de transferir estes custos para os clientes reduziria a competitividade da Europa no mercado internacional.

Isto já levou a reduções de capacidade e a paragens de produção. Esperam-se encerramentos e a deslocalização da produção para fora da Europa se a situação actual persistir, levando a uma maior desindustrialização do continente e a uma maior dependência de fornecedores externos.

Alguns segmentos específicos da indústria têxtil são particularmente vulneráveis. A indústria das fibras sintéticas e celulósicas, por exemplo, é um sector de utilização intensiva de energia e um grande consumidor de gás natural no fabrico. O desaparecimento dos produtos de fibra europeus teria consequências imediatas para a indústria têxtil e para a sociedade no seu conjunto. O tingimento e o acabamento de têxteis são também actividades relativamente intensivas em energia e são essenciais na cadeia de valor têxtil, acrescentando valor aos têxteis e ao vestuário através de corantes e funções especiais.

 

Medidas exigidas pelos têxteis e pela moda perante as autoridades europeias

É por isso que a Euratex, a organização sediada em Bruxelas que representa cerca de 154.000 empresas têxteis e de vestuário na UE, apela a uma estratégia europeia comum para enfrentar a actual crise energética. A Euratex propõe às autoridades europeias a revisão do mecanismo de preços da electricidade e a fixação de um preço máximo de gás de 80 euros por megawatt-hora na UE. Por outro lado, vê também a necessidade de uma assistência especial às empresas para evitar a falência e a deslocalização da produção têxtil para fora da Europa.

"Os governos devem assegurar que as indústrias críticas, tais como os têxteis e todos os seus segmentos, possam assegurar contratos de gás e electricidade no final do ano a um preço acessível", diz a Euratex. "Um fornecimento estável e previsível de energia é de extrema importância. As restrições e o racionamento de gás só devem ser utilizados como último recurso, e não devem ser previstos cortes de consumo obrigatórios".

Para além das medidas em discussão, a Euratex afirmou ter havido um aumento de respostas nacionais conflituosas e descoordenadas à crise energética. Isto resultou num ambiente político e regulamentar caótico, colocando uma pressão adicional sobre uma cadeia de abastecimento totalmente integrada a nível europeu. Por conseguinte, é importante tomar medidas para assegurar a igualdade de condições de concorrência na UE.

"Um cenário em que segmentos inteiros da indústria têxtil desaparecem já não pode ser excluído" diz o Presidente da Euratex Alberto Paccanelli. "Isto levará à perda de milhares de empresas europeias e de dezenas de milhares de empregos, e aumentará ainda mais a dependência da Europa do exterior em relação a bens essenciais". Paccanelli salientou que isto se aplica especificamente às PME, que necessitam de medidas temporárias de apoio, tais como auxílios estatais, benefícios fiscais e limites máximos de preços da energia, para enfrentar a actual crise e preparar-se para uma transição verde a longo prazo.

Uma forma de combater o aumento dos preços dos tecidos recentemente produzidos é a reutilização dos materiais existentes. No Recovo pode encontrar no nosso catálogo tecidos que contribuem para reduzir o desperdício têxtil e o impacto ambiental da moda. Também pode tentar vender os seus restos de tecidos, talvez alguém os esteja a procurar!

Não se esqueça de subscrever a nossa newsletter para não perder novas entradas de tecido - receberá um desconto de 10% na sua primeira compra apenas por aderir.

×
Having troubles to find a product? Send us your request aqui

Main Menu